A LONGA VIAGEM PARA CASA - O Livro VS O Filme - Para Lá da Kapa

terça-feira, 10 de janeiro de 2017

A LONGA VIAGEM PARA CASA - O Livro VS O Filme

A Longa Estrada Para Casa

O Livro

Título: A Longa Viagem Para Casa
Autor: Saroo Brierley
Editora: Editorial Presença
Sinopse: Ver aqui
Lançamento: setembro de 2015

O Filme

Título: Lion - A Longa Estrada Para Casa
Realizador: Garth Davis
Sinopse: Ver aqui
Lançamento: 8 de dezembro de 2016
Trailer: Ver aqui

  Na semana passada, comecei o ano a contar-vos a minha opinião do livro "A Longa Viagem Para Casa". Hoje, após ver o filme, venho fazer O Livro VS O Filme!!!

A Longa Estrada Para Casa  Depois de o ler, uma onda de sensações percorreram-me o pensamento.Vemos a face fria e dura da Índia... e, imediatamente a seguir, a sua face quente, quando, depois de muita procura e sofrimento, Saroo descobre a localização da sua mãe... e o destino infeliz do irmão. Podem ver a resenha integral do livro neste post.



  O filme, por outro lado, é uma vertente mais superficial do livro, com muito menos detalhe (como seria de esperar), embora merecendo todo o mérito do modo como transformou um livro deste calibre numa tela com mais de 2 horas. Tem partes muito emocionais, principalmente no final do filme, onde mostram as fotografias originais das "famílias" de Saroo. Também reparei em alguns pormenores com poucos sentidos, tendo em conta que pertenciam a algumas partes do livro que eles não passaram para o filme. Quando o fui ver ao cinema, a relação amorosa e familiar de Saroo, por exemplo, deixou a desejar. Também não é um filme que eu recomende para irem ver depois da meia-noite, já que tem partes com (muito) pouca ação, que induzem algum sono.
A Longa Estrada Para Casa

  É um dos casos em que, entre o livro e o filme, eu não tenho dúvidas de recomendar o livro. Tem partes tocantes, outras repulsivas e ainda de medo. Saroo quer passar uma mensagem com a sua autobiografia, um alerta para o excesso populacional e pobreza extrema que a Índia possui.
  
  Acerca disso, hoje, falei com uma colega que esteve dois anos em Luanda. Uma das principais diferenças que, na sua opinião, se faz sentir entre os países é o supermercado. Em Luanda, ela encontrava uma marca de Champô, uma marca de arroz, uma marca de sumo... Aqui, encontramos uma vintena de cada (até mais, no caso dos sumos!). É uma realidade que, por vezes, esquecemos ou não queremos lembrar, mas que está bem assente em territórios como Angola, Moçambique e ,claro, a Índia.
   
A Longa Estrada Para Casa
"Uma Vintena de cada? Até mais!"

Sem comentários:

Publicar um comentário

DESTAQUES DA SEMANA