Mamma Mia: Here We Go Again! | Análise - Para Lá da Kapa

Pesquisa o que procuras

quinta-feira, 26 de julho de 2018

Mamma Mia: Here We Go Again! | Análise

Mamma Mia: Here We Go Again!
Título: Mamma Mia: Here We Go Again!
Realizador: Ol Parker
Estreia: 19 de julho de 2018
Trailer & Sinopse: Em anexo
Idade que Recomendamos: +10 anos
Género: Drama, Comédia e Romance

"Mamma Mia: Here We Go Again!" arrisca e agrada. Embora tenha alguns equívocos, estes são suplantados pela tenacidade do elenco.


Era expectável que a continuação do icónico musical "Mamma Mia!" não fosse tão briosa.  Contrariamente à sequela de outro filme triunfante, nomeadamente "Jurassic World 2", "Mamma Mia: Here We Go Again!" concebeu acurados flashbacks, como a velhinha a carregar galhos,  que recordam o original com encanto.

Na outra face da moeda, "Mamma Mia! 2" não tem um argumento tão coeso e apurado. Existem cenas demasiado espontâneas, outras descontextualizadas e ainda forçadas. A maioria delas ocorre na segunda parte do filme, nomeadamente com as aparições de Ruby (Cher), a mãe da Donna, e da própria Donna (enquanto Meryl Streep). Não só Ruby é forçosamente bem aceite pela família, e rapidamente o centro das atenções e do amor, como a Meryl Streep aparece numa cena acessória (tendo em conta o resto do enredo, é desnecessária). Fiquei com a sensação que, como estas atrizes são exclusivas e dispendiosas, restringiram o seu tempo de antena, focando os holofotes nos breves momentos em que aparecem (como quem espreme uma laranja até esburacar a casca).
Algumas das frases trocadas entre as personagens e Sophie (a filha de Donna) são mecânicas e excessivas, principalmente (SPOILER ALERT) quando Sophie tenta satisfazer a mãe, parecendo querer ocupar o seu lugar em vez de homenagear a sua memória.

Mamma Mia: Here We Go Again!

À parte da crítica, a maioria do elenco representou com afinco. Muitos viram e apreciaram o primeiro musical quando estreou. Assistir à sequela com as mesmas personagens, dez anos depois, é um luxo. Alguns dos atores mais velhos começam a vacilar, algo normal tendo em conta a movimentação do musical. Os novos membros do elenco são  melhor aquisição. Principalmente as três jovens que representam o tripleto Donna & The Dynamos no passado. A atriz Lily James brilhou como Donna jovem, algo espetável após o seu belo desempenho em "Guernsey - A Sociedade Literária da Tarte de Casca de Batata".

A alegria e humor de "Mamma Mia: Here We Go Again!" são de louvar, atentando a morte de uma das personagens mais amadas. As músicas dos ABBA contribuem para o efeito, tal como a performance melódica das personagens. Nesta qualidade, as representações de Lily e Cher destacam-se.

Mamma Mia: Here We Go Again!

Por fim, falta abordar os efeitos cénicos e o guarda-roupa. Não seria surpresa se fossem a pior faculdade do musical. Com o custo exorbitante do elenco, mal sobra orçamento para o resto. Felizmente, não é bem isso que se verifica. Os adereços não faltaram, especialmente o guarda-roupa singular de Dona e o design simples, mas robusto, de Ruby (Cher). De um modo geral, os cenários não ficaram muito atrás, excluindo alguns artifícios mal-concebidos.

"Mamma Mia: Here We Go Again!" remonta à euforia e humor do musical original, com um desempenho menos exclusivo e consistente.


Sinopse | MAMMA MIA: HERE WE GO AGAIN!

Na sequela de "Mamma Mia!", Sophie descobre que está grávida e procura inspiração para os momentos que se avizinham nas alegrias e tristezas de Donna, a sua própria mãe.

Nos anos 70, a jovem Donna viveu inúmeras aventuras com o seu grupo musical, Donna & The Dynamos, na companhia das amigas Tanya e Rosie. Porém, mais do que isso, apaixonou-se e viveu relacionamentos intensos com três homens bem diferentes: Harry, Sam e Bill.

Trailer | CONTAMINA-TE PELO ÂNIMO DESTE MUSICAL


Avaliamos — 3,0/5 estrelas

Mamma Mia: Here We Go Again!

VÊ TAMBÉM

Sem comentários:

Enviar um comentário

DESTAQUES DA SEMANA